Equipe Diversificada: porque ter e como gerenciá-la para o fortalecimento do seu negócio

Eu gosto de trabalhar com quem parece comigo! Quem nunca ouviu ou disse, em algum momento,  essa frase? Sim, nós temos uma tendência a conviver com quem é mais “parecido” com a gente e, isso, não é diferente no nosso ambiente de trabalho. 

Mas a minha pergunta é: porque trabalhar com quem se parece com você, se vocês possuem as mesmas habilidades emocionais, habilidades técnicas e gostos? Quem vai fazer o que vocês não são bons em fazer? Se você é alguém que tem dificuldade com planejamento e trabalha com o imediatismo, quem vai fazer o planejamento das suas ações estratégicas de longo prazo?  Ou nem passou pela sua cabeça a importância disso? 

Trabalhar com pessoas diversas não se trata mais de uma questão de igualdade e justiça social, mas sim, de INVESTIMENTO EM SEU NEGÓCIO. A cada dia que passa, equipes com habilidades socioemocionais diferentes se tornam mais indispensáveis para atender um mundo novo e complexo, onde os seres humanos são o fio condutor e suas vontades, necessidades e desejos o nosso maior desafio. Então, nada mais necessário para resolver problemas humanos do que eles próprios e quanto mais visões distintas envolvidas, maior será o alcance das soluções!

EQUIPE HOMOGÊNEA x EQUIPE HETEROGÊNEA

Uma equipe homogênea em tese é mais alinhada em termos de princípios e perfil de atuação. Além disso, o líder consegue manter um comportamento mais “igualitário” nas tratativas com todos os membros, ou seja, há menos possibilidade de exclusão. Mais do que isso, a convivência inicialmente tende a ser mais harmoniosa entre os pares pois, todos funcionam de uma mesma forma. Para se ter uma equipe homogênea deve-se incluir pessoas as mais parecidas possível em relação a ponto de vista, experiência de vida, habilidades e competências. Ou seja, em equipes homogêneas tendo as mesmas características, o nível de desenvolvimento tende a ser menos profundo e restrito.

Já as equipes heterogêneas (composta por pessoas com mistura de raças, gênero, experiências de vida, opiniões,habilidades técnicas e comportamentais), necessitam de comunicação diferenciada, um pouco mais de esforço gerencial mas “ganham” na eficácia em tarefas mais intelectuais, em amplitude de alternativas e soluções para problemas e novos negócios, em maior criatividade nas tomadas de decisões e na riqueza em melhorias constantes de processos.

Por terem características diferentes, os membros de uma equipe heterogênea possuem uma régua de desenvolvimento maior, uma vez que, trocando experiências e vivências com pessoas diferentes deles, conseguem cada vez mais aumentar seu repertório de comportamentos e habilidades. 

Como Gerenciar uma Equipe Diversa: DIFICULDADES EM TER UMA EQUIPE HETEROGÊNEA

Claro, nem tudo são flores! E, é super importante que os LÍDERES e RH’s compreendam quais os impasses que podem enfrentar ao se contratar pessoas tão diferentes para uma mesma equipe:

.

  • Maior propensão ao estresse: por serem diferentes, pode haver muito preconceito e dificuldade em se trabalhar com o diferente. Desta forma, conflitos são mais passíveis de existir e, muitas vezes, mais difíceis de gerenciar;
  • Dificuldade de comunicação: pessoas diferentes se comunicam de forma diferente e reagem a estímulos distintos o que torna mais difícil haver uma comunicação mais coesa entre a equipe. Enquanto um gosta de se comunicar mais, pode haver outro que prefere a comunicação de forma simples e objetiva. Enquanto um gosta de desenhar para explicar, o outro consegue compreender melhor se for uma comunicação por escrito por exemplo. Por isso, é super importante conhecer a sua equipe e as características individuais de seus colaboradores. Assim você terá mais facilidade na gestão de crises e em como conduzirá o grupo de forma harmônica e motivadora
  • Diversidade na cultura e valores dos membros: pode haver muito conflito e distorção inclusive, com os valores e culturas da própria empresa. A empresa precisa ter uma liderança precisa e seus valores bem alinhados pois, por mais que a diversidade seja boa, pessoas muito fora da cultura da empresa acabam por não se encaixarem;
  • Maiores conflitos na solução final de ideias e novos projetos: cada um acha que o seu é o melhor, certo? Imaginem 5 pessoas com cinco ideias diferentes e cada uma achando que a sua é a melhor? Então, aceite todas as ideias, dê feedbacks e implemente no seu time a colaboração para que juntos estes cheguem a um denominador comum onde todos puderam contribuir para o resultado.

Um gerenciamento eficaz faz toda diferença na integração e desempenho do grupo.

Quando as diferenças dessas equipes são bem gerenciadas, o AUMENTO NA PRODUTIVIDADE é certo e, é aí, que entra a IMPORTÂNCIA DO LÍDER.

O líder precisa estar cada vez mais preparado para atuar em uma equipe diversificada não somente através da sua sensibilidade e tolerância, mas também, ter COMPETÊNCIAS INTERCULTURAIS para pode gerenciar essas diferenças.

Portanto, algumas dicas para o Líder conseguir desenvolver e ter eficácia diante dessas equipes:

  1. Faça um trabalho grande de AUTOCONHECIMENTO E AUTOANÁLISE. O início de um trabalho com pessoas diferentes deve começar pelo líder. Para isso, você precisa entender seus valores e crenças e, mais ainda, desenvolver a sua EMPATIA E TOLERÂNCIA pelo diferente;
  2. Seja uma pessoa MULTICULTURAL. Conheça novas culturas, novas crenças, novos modelos de negócios. Conviva com pessoas diferentes de você, esteja atento ao que elas falam e, aprenda a testar o que elas falam. Primeiro você precisa estar aberto ao diferente para, depois, trabalhar isso na sua equipe;
  1. 3. Compreenda quais os objetivos do seu negócio/projetos e, as competências que vai precisar que a equipe tenha. Assim, torna-se mais fácil formar essa equipe heterogênea e, mais ainda, mais fácil de alocar cada membro em cada fase/momento do processo;
  1. Esteja sempre PRESENTE para sua equipe. Esteja aberto a ouvi-los, a entender como eles pensam, como eles trabalham e como se comunicam. Quando você é empático, você consegue estar próximo a eles (e eles conseguem te reconhecer como líder) e, além disso, você se torna o EXEMPLO para que todos da equipe façam o mesmo uns com os outros;
  1. Falem mais da importância da diversidade, da complementaridade para sua equipe. Esse assunto não pode ser um TABU. Quando vamos trabalhando este assunto dentro da equipe, vamos transformando a forma de pensar dos membros e, “abrindo-os” para experiências diferentes;
  1. Promova momentos de experiências diversificadas com a sua equipe. Faça um JOB ROTATION, promova uma dinâmica diferente em um dia de trabalho, leve todos à algum lugar mais inusitado, “saia da caixinha” PROMOVENDO EXPERIÊNCIAS aos seus colaboradores;
  1. Explore a comunicação entre sua equipe: faça reuniões constantes, dê feedbacks. Mas, atenção, COMPREENDA A MELHOR FORMA QUE CADA MEMBRO SE COMUNICA e, faça com ele dessa forma. 
  1. MEMBROS DIFERENTES, ATITUDES DIFERENTES! Sim, não trate todos da mesma forma.
  1. COMPARTILHE OS VALORES DA EMPRESA E FAÇA-OS PARTE DISSO! O ser humano precisa se conectar com os seus semelhantes portanto, faça com que os membros da equipe vistam a camisa da empresa e que isso sobreponha as diferenças, eles terão um objetivo maior.
  1. CRIE NORMAS. Estranho se pensando em empresas com culturas cada vez mais abertas, certo? Mas algumas normas são importantes para que se diminua o mal-entendido. Esteja apenas atento à criar normas que todos estejam de acordo e, sabendo que elas podem mudar à medida que a equipe vai se desenvolvendo.

FATO É: ao se trabalhar com equipes heterogêneas, acaba-se caindo no “dilema da diversidade”. Fácil não é, pois, estamos acostumados a estar próximo de pessoas semelhantes a nós porém, para a sobrevivência de muitos negócios, é necessário sim estar aberto à trabalhar com equipes heterogêneas.

Essas equipes tendem a trazer mais variedade de informações, habilidades e repertórios comportamentais, o que ajuda e muito, na MELHORIA DE PROCESSOS, CRIAÇÃO DE NOVOS PROJETOS E NEGÓCIOS, MAIOR CRIATIVIDADE E DESENVOLVIMENTO DE TODOS DA EQUIPE.

Recrutar e trabalhar de forma efetiva com essas EQUIPES, têm como resultado um aumento no pensamento crítico o que pode resultar em decisões e desempenho mais eficazes, aumento de ideias e, maior predisposição à resolver problemas mais complexos Além de otimização de verba por preencher lacunas que uma equipe homogênea não consegue enxergar.

A Paola Salgado Gestão de Carreiras oferece os melhores conteúdos para promover transformações no ambiente corporativo, buscando sempre eficiência em processos e, especialmente, em resultados.

© 2020 Paola Salgado – Gestão de Carreira.