Mesmo com a chegada das vacinas está claro para todos nós que “voltar ao que era antes” da pandemia será algo demorado em diversos países. Por causa disso, essa adaptação que já estamos fazendo a algum tempo irá continuar fazendo parte da rotina e algumas se tornarão definitivas para pessoas e empresas. O modelo de trabalho híbrido é uma dessas mudanças que ganhou força desde o início da pandemia e continuará sendo tendência porque pode trazer grandes vantagens. Quer conhecer mais sobre esse modelo e descobrir se ele é o ideal para o seu negócio? Continue a leitura conosco!

Será que realmente funciona o trabalho híbrido?

De um lado o home office, que se tornou parte da vida de grande parte da população, e do outro o trabalho presencial, algo que é imprescindível para algumas empresas. Tanto para organização quanto para os colaboradores essa mistura pode trazer muitos benefícios, como:

Além dessas vantagens, podemos dizer que o trabalho híbrido beneficia os diferentes tipos de atividade que devem ser realizadas dentro da empresa. Aquelas que exigem mais concentração e um ambiente silencioso, por exemplo, podem ser deixadas para fazer nos dias de trabalho em casa. Já aquelas que exigem a união da equipe, reuniões e outras demandas que precisam desse momento de socialização, podem ser separadas para os momentos de trabalho dentro da empresa.

A escolha de quantos dias por semana o colaborador deve ir ao trabalho também é uma dúvida, mas vai variar de acordo com a necessidade específica de cada negócio. Independente do período que você escolher, existem algumas dicas importantes que ajudarão o trabalho híbrido a ter mais eficácia e garantir a confiança entre o profissional e a empresa. Continue a leitura para saber!

trabalho-hibrido

Colocando em prática o trabalho híbrido

1 – Identifique primeiro quais atividades precisam ser feitas em grupo e presencialmente

A discussão de ideias, criação de projetos e os planejamentos são algumas delas onde ter pessoas reunidas facilita na hora de decidir algo que precisa ser feito. Aproveite para listar também nesse momento as atividades que podem ser melhor desempenhadas quando são feitas em um ambiente mais calmo, como a geração de relatórios, textos, ou reuniões individuais. A partir disso, você poderá fazer um planejamento com os dias e horários para fazer esses encontros. 

2 – Ofereça e incentive a autonomia dos profissionais

Para que esse sistema funcione, todos devem saber como e quando realizar suas funções individuais. Essa é a oportunidade do colaborador mostrar sua capacidade de se comunicar e de fazer a sua autogestão, contando é claro que com o apoio e as ferramentas oferecidas pela empresa.

3 – Conte com a tecnologia para assessorar o trabalho híbrido

Ferramentas para fazer a gestão de tarefas, enviar documentos, comunicados, troca de mensagem entre os próprios colaboradores e até mesmo o controle de ponto já eram anteriormente utilizadas por alguns negócios e, na adesão a esse modelo de trabalho, são ainda mais necessárias. Além de trazerem segurança na hora de armazenar dados, também permitem que todos tenham acesso aos materiais, diminui os riscos da má comunicação e ajuda a fazer o controle de produtividade.

4 – Enquanto durar a pandemia, não esqueça das medidas de higienização

Todos já sabem como se proteger, mas é obrigação da empresa também cuidar disso. Por isso, não deixe de reforçar a limpeza de todo o ambiente, principalmente nos locais de maior movimentação. Não se esqueça das medidas de distanciamento, uso de máscaras e outros cuidados que achar necessário para evitar que grande parte da equipe se contamine. Um problema como esse você não vai querer, não é mesmo? Então fique atento!

Gostou das nossas dicas? Em nosso blog você confere diversos artigos como esse com conteúdos importantes para a gestão de pessoas na sua empresa. Clique aqui para acessar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *